terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Aos poucos, a volta

Olá!
Acabei me afastando daqui por muito mais tempo do que gostaria, é verdade.
As férias acabaram, os compromissos aumentaram, e os imprevistos me consumiram todo e qualquer tempo disponível.
O tempo para refletir sobre o teclado foi substituído por aqueles minutinhos com a cabeça no travesseiro, antes do adormecer. O passar das horas foi preenchido por tantos afazeres e preocupações que, apesar de gostar muito de vir para cá, me deixei consumir pelo tempo.
Tantas foram as vezes em que pensei em gravar o que  me vinha no pensamento para depois dividir aqui, mas não o fiz. Deixava para o dia seguinte na esperança de que o dia fosse mais longo, mais tranquilo, mais produtivo. E mais um dia se passava... e eu cada dia mais longe.
O dia de hoje, de sol tímido, indefinido, naquele "será que chove, não chove?" me convidou a ficar na cama uns minutos a mais, como se me recompensasse pela noite que pareceu curta demais. Sim, eu mereço dormir mais um pouco. Só que meus sonhos me traem e levantei achando que o telefone havia tocado pra mim. Não tocou. Não naquela hora! 
Uma vez alerta assim, não conseguiria mais dormir.
Com aquela sensação de que acabei ganhando horinhas na jornada, adiantei o que pude e aqui estou.
Agora espero conseguir, aos poucos, a volta.
Vai ser bom estar aqui novamente.

2 comentários: