segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Segunda-feira que me provoca tanto

Segunda-feira me intimidando logo pela manhã. Ninguém merece. 
Talvez tenha sido a culpa por não ter levantado tão cedo e desprezado o sol brilhante fora da janela. 
Por vezes sinto culpa por não pular da cama cheia de energia e "arregaçar logo as mangas"

Sim, voltei despenteada para a cama e dormi novamente. O que eu posso fazer se eu sinto sono? 
Um misto de sono e desânimo, mas que importância tem a razão? Voltei e pronto! Ponto!
Dormi mais trinta, cinquenta minutos, cheia de culpa e remorço. Fiquei intercalando a soneca de péssima qualidade com olhadelas para o rádio relógio de cinco em cinco minutos até ter coragem de me empurrar dali para fora. 
Meus travesseiros me abraçaram coniventes e leais. Sim, eles me entendem muito bem nessas horas. Eu é que não me perdôo:

_Vamos lá, dona Rita, você tem um monte de coisas para fazer nesta semana mais curta! Muitos compromissos. Saia já desse quarto! 

Essa minha voz que briga comigo como se fosse uma narração em off de um filme às vezes me irrita de verdade. Em outras situações acho mesmo que sou maluca e disfarço para mim mesma. E a segunda-feira teve que começar de fato. 

  _Vamos lá, vamos lá, alguém tem que por ordem nesta casa! Você precisa correr porque tem que sair para trabalhar. Tem gravação nesta semana! 

Coisinhas previstas que começam a ser modificadas, adiadas, adiantadas. Já fico tensa e acho que vou precisar me concentrar para ver vou dar conta de tudo. 

Dou uma olhada na lousa da cozinha e anoto alguns ítens que estão faltando. Eu ainda me pergunto porque só mesmo eu é que consigo dar conta dessa tarefa. Abrir armários, geladeiras e despensa e anotar o que está faltando não me parece uma tarefa tão difícil assim... Fico ligeiramente irritada em ver que alguns ítens já poderiam ter sido comprados no sábado! Pronto, passou! Não vale a pena. 

Penso no calor que tem feito, penso em banhos não tão quentes, na regulagem do aquecedor e vou conferir a data da última entrega do gás no calendário. (Sim, porque aqui em casa o gás não é de rua e os chuveiros são a gás) Estranho! Estes últimos dois cilindros estão durando mais dos que a média. Momento de ligeira tensão. Será que eu não anotei a última entrega? Será que corro o risco de ficarmos sem gás a qualquer momento? Vou ter que checar o peso deles e o canhoto do talão de cheques. 

(É, parece que estão durando mais mesmo. A última entrega já foi há quase dois meses e meio. Estranho. Ai, meus sais! Tomara que seja apenas um gasto moderado dos últimos meses) 

Vou precisar pedir para adiarem a entrega de remédios do meu pai porque o médico está de férias! Sem médico, sem laudos, sem exames, sem receitas. E se eu não mudar a data da entrega e o motoboy não levar essa papelada, vou ter que começar todo o processo novamente... e pessoalmente... 

Xiiiiiii, e agora? Vamos ligar na Central e ver se eles podem deixar para a semana que vem. Ligo na Central e não acham o cadastro do meu pai. Forneço todas as informações e nada. Não encontram! 

As coisas estão começando a ficar complicadas. 

Ficaram de ligar para mim em poucos minutos e aqui fiquei, plantada, ao lado do telefone. Nada! Olho agora para o relógio e decido ligar de volta novamente. Nenhum dos dois telefones atende. 

Ai, meu Deus, eu acredito! Devem ter ido almoçar! E eu aqui. Quer saber? Tento ver isso mais tarde, porque já estou atrasada. 

Tenho relutado em recorrer ao uso das minhas famosas listas de tarefas em caderninhos, mas com tanta coisa a mais para lembrar e fazer (ainda mais depois de ter começado a Pós Graduação), acho que não vai ser possível fugir mais. Vou ter que me render. 

Falando nisso, preciso ligar para o "Sem Parar". Querendo ganhar tempo, assinei. Só que eles cobraram vários reais a mais referentes ao estacionamento da FAAP na última fatura. Mais um daqueles telefonemas chatos e longos que precisarei dar. Só espero que seja produtivo, mas não pode ser agora, preciso ir. 

Ah, acabo de me lembrar que hoje eu preciso estar mais cedo na produção. Se eu disser que é para adiantar as coisas porque hoje à tarde eu tenho um Workshop sobre "Administração do Tempo" vai parecer mentira ou ironia do destino??? 
É por isso que eu aprendi que o importante nesta vida é aprender a rir de si mesmo. É... e aquela minha voz em off não se cala: 

- Anda, Rita! Você está mega atrasada!!!!!!!! 

9 comentários:

  1. Olá Rita, que saudade de te ver... e ler!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rui, aqui estou!
      Espero poder voltar mais e mais.
      Adoro estar aqui.
      Beijinhos

      Excluir
  2. Que bom estar aqui lendo sobre a segunda de manhã... com clima de sunday morning!

    Easy like a sunday morning...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miguinho, meus dias têm sido estranhos...
      Penso em você e reluto em fazer uma daquelas minhas listas de tarefas enoooooooormes para achar que tenho algum controle sobre alguma coisa.
      Besos!!!!

      Excluir
  3. Que bom este teu regresso!!

    As segundas são simplesmente dias tétricos!

    Beijinhos... e continua a aparecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou por aqui mfc! Sempre que posso.
      E não pense que deixo de estar a olhar as vossas fotos. Muitas vezes só passeio pelas vossas páginas... As minhas ficam para depois!
      Beijinhos

      Excluir
  4. To adorando seus textos!! Com esse me indentifiquei horrores!!
    Vc escreve e descreve tudo muito bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia de surpresa te encontrar aqui, Dani!
      Obrigada!!!
      Não temos manhãs e dias assim, mocinha, em que tudo parece que vai ser difícil???
      Tenho tentado levar tudo com leveza, com humor, mas tem dias...rsrs
      Beijinhos, querida, volte sempre!

      Excluir
  5. Ah Ritoca, eu sou sua fã, vc sabe! :)
    Pra te falar a verdade, eu me sinto assim quase todos os dias.. rs
    Com certeza, voltarei!
    Fiz um blog tb- o que fica mais fácil de acompanhar as postagens! ;)

    ResponderExcluir